Seu clique em nossos anúncios nos ajudam a nos manter online!

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

AFAL

Guerrilha (2011)

01 A Periferia...
02 Liberte-se
03 Aos Poetas
04 Guerrilha
05 Ordem Profética
06 Acuerda Pa La Vida
07 Se Não Será em Vão
08 Passos Part. Loko do Cerrado & Nego Dé
09 A Vida Acha Saídas
10 Real Pátria
11 À Favela


Colaborações (2010)

01 É di Perifa - RDS Rap Part. AFAL
02 Botando Pá F... - Revolução Engatilhada Part. AFAL
03 Nosso Sangue - Pensamento Crucial Part. AFAL
04 Políticos - Raciocínio Central Part. AFAL
05 A Missão - Garras Part. AFAL
06 Cidadão Centro-Oeste - Subúrbio Negro
07 Una Sola Voz - Iluminatik (México) Part. AFAL
08 Tá no Sangue - Raciocínio Central Part. AFAL
09 Força Pá Chega - AFAL
10 Com Jesus - Heri Part. AFAL
11 Sem Medo - Canela Part. AFAL
12 Pela Fé - Clayton Part. AFAL
13 Vida de Guerreiro - Poesia Rústico Part. AFAL
14 Tipo de Rua (Bônus)
15 Canção (Bônus)
16 Biomúsica (Bônus)


AfrikAmericaLatina (2008)

01 AfrikAmericaLatina
02 Caos
03 Terrenos
04 Faladô
05 Me Diga Quem É...
06 Combate
07 Diamante Bruto
08 Marginal Latino
09 Resistência
10 3º Mundo
11 Começo
12 Intróito (Presídio)


Amor Pela Quebra (2004)

01 Incentivo
02 Sangue no Olho
03 Zinca
04 Amor Pela Quebra
05 Ralé


Um comentário:

Fanzine Episódio Cultural disse...

FACE RACIAL, A VOZ ATIVA DO RAP


Os irmãos Paulo César (Paulinho), Luís Fernando (gigante) e o amigo Adriano, formaram em 1998 o grupo A Fúria do Hip Hop. Com a entrada de Marcelo, o grupo começou a trilhar nos caminho do Rap; palavra inglesa que significa (trocar idéias; bater um papo).
Quando se refere a um estilo, a palavra passa a significar “Rhythm and Poem”, isto é, “Ritmo e Poesia”. O grupo então adota o nome de Face Racial, se apresentado gratuitamente em baladas para divulgar sua ideologia.
Na época, o então vereador Paulinho do PT convidou o grupo para se apresentar no Pré-Fest, evento que era realizado geralmente no mês de fevereiro. Com a saída de Adriano, o jovem Eder (back vocal) aderiu ao grupo.
Com o apoio da Equipe Keko Som da Massa, o Face Racial se apresentou no Baile Flash Back, na Liga Operária em 2004. A mesma equipe levou o grupo para se apresentar na Noite do Break, em Alfenas. Entre outros eventos como a I Conferência Municipal da Juventude (Machado/2004) e Excalibur Fest (Machado/2004), o grupo teve uma ótima apresentação. Posteriormente, Marcos, o “DJ Marcão”, (responsável pelo ritmo e pelos “scratches”) passou a integrar o grupo.
Ao seu lado, o Face Racial gravou no Estúdio Renatinho Som, em 2004, seu primeiro CD Demo, intitulado Periferia Voz Ativa, com 9 faixas. No ano seguinte, o grupo se apresentou em vários eventos, tais como: 17 Concurso Regional de Dança (Machado/MG), Show Grandes Encontros (Machado), II Movimento Hip Hop (São Paulo/SP), Festival da Canção do Cesec (Casa da Cultura/Machado), Fórum Municipal da Juventude (Machado) e, no II Vai Tomar No Cuba (São João da Mata/MG).
Em meados de 2005 o grupo se trancou no Estúdio Fox, do Elton para gravar o primeiro CD oficial cujo título será Mundo Violento. Com a saída repentina de Eder, a vocalista Cristina passou a cuidar dos backing vocal.
Após o lançamento do primeiro CD-Demo, o grupo se desfez.

Contatos: (35) 3295-6386 C/ Paulo César ou Luís Fernando.